Arteris começa a operar sua 10ª concessão

Com entrada da ViaPaulista, o Grupo Arteris passa a administrar mais de 3,7 mil quilômetros de rodovias brasileiras nas regiões Sul e Sudeste do País

Com a operação de um novo trecho no interior de São Paulo, o Grupo Arteris assume a liderança no setor de concessão de rodovias no País, com mais de 3,7 mil quilômetros administrados. São dez concessões, sendo cinco estaduais paulistas e outras cinco federais, das quais duas também atravessam o estado de São Paulo.

O marco foi alcançado a zero hora desta quarta-feira (22/11), quando o Grupo passou a gerir sua nova concessionária ViaPaulista. O trecho de 720 quilômetros ligará 35 municípios das regiões de Bauru, Franca, Itapeva, Ribeirão Preto, Sorocaba e Central – um importante polo produtor de calçados do Estado de São Paulo.

A companhia venceu, em 25 de abril deste ano, o leilão do lote e investirá R$ 5 bilhões ao longo dos 30 anos de concessão, sendo que somente nos primeiros 10 anos, os investimentos e melhorias devem totalizar R$3,7 bilhões. O recurso será aplicado na prestação de serviços aos usuários, na manutenção e conservação das vias e também na duplicação de 275 quilômetros de pistas, consolidando, assim, a marca Arteris de qualidade, eficiência e segurança na região.

A concessão da rodovia deve gerar cerca de 2.800 empregos diretos e indiretos.

Segundo o último levantamento feito pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), cinco rodovias administradas pela Arteris estão entre as melhores do Brasil e, entre essas, quatro são do estado de São Paulo – Centrovias, Autovias, Intervias e Vianorte.

“A consolidação da nossa presença crescente no mercado paulista e, por consequência, no Sudeste, é resultado do esforço e da crença da gestão do Estado de São Paulo no modelo de desenvolvimento econômico sustentado pelo investimento privado por meio de concessões de infraestrutura. Sem perder de vista nosso compromisso com o investimento de longo prazo, estamos comprometidos com uma operação capaz de entregar aos usuários da ViaPaulista uma rodovia eficiente, segura e com serviços inovadores”, afirmou David Díaz, presidente da Arteris.

 

 Serviços e atendimento ao usuário

Já nas primeiras horas de operação, a concessionária disponibilizará os serviços de inspeção de tráfego, o atendimento ao usuário, atendimento pré-hospitalar e guincho.

Os serviços de manutenção também começam imediatamente e entre eles estão a recomposição do pavimento, manutenção e limpeza da área de domínio e limpeza, recuperação e manutenção da sinalização.

O canal de atendimento (0800-001-1255) funcionará 24 horas por dia, como acontece nas demais concessionárias do Grupo, com apoio do serviço de atendimento ao usuário.

Os demais serviços e melhorias, incluindo as obras e as inovações previstas no novo modelo de concessão, serão disponibilizados gradativamente. Mais de 200 quilômetros de duplicação serão entregues até o 10º ano de contrato e todo um sistema de segurança e manutenção das vias será implementado seguindo rigorosos padrões internacionais.

A previsão é de que as primeiras obras de duplicação devam ser concluídas já nos dois primeiros anos de contrato. É o caso da duplicação de 9,3 quilômetros da SP-255 na região de Jaú, entre o km 137,9 e o km 147,3. No total, o contrato prevê a execução de mais de 110 quilômetros de pistas da SP-255 entre as regiões Central e Bauru, e de cerca de 30 quilômetros da SP-318. A maior parte dos investimentos deverá ocorrer obrigatoriamente até o 10º ano contratual.

Cidades Via Paulista: Américo Brasiliense, Avaré, Barão de Antonina, Barra Bonita, Boa Esperança do Sul, Bocaina, Botucatu, Coronel Macedo, Dourado, Igaraçu do Tietê, Itaí, Itaporanga, Jaú, Pratânia, Riversul, Santa Lúcia, São Manuel, Taquarituba, Trabiju, Araraquara, Guatapará, Ribeirão Preto, Jardinópolis, Luiz Antônio, Brodowski, São Carlos, Rincão, Santa Rita do Passa Quatro, São Simão, Cravinhos, Restinga, Batatais, Franca, Itirapuã e Patrocínio Paulista.

Rodovias: SP-255, SP-257, SP-318, SP-328, SP-330, SP-334 e SP-345, SP-249, SP-304, SP-281 e Interligação SPI-310.

Trechos:

- SP-249 (Eng. Agrônomo Constante Pavan Júnior, de Avaré a Riversul);

- SP-255 (Antônio Machado Sant’Anna, de Ribeirão Preto a Araraquara; Comandante João Ribeiro de Barros, de Araraquara a Jaú; Otávio Pacheco de Almeida Prado, de Jaú a Barra Bonita; Dep. João Lázaro de Almeida Prado, de Igaraçu do Tietê a São Manuel; João Mellão, de São Manuel a Botucatu; Eduardo Saigh, de Itaí a Taquarituba; e Jurandir Siciliano, de Coronel Macedo a Itaporanga);

- SP-257 (Dep. Aldo Lupo, de Rincão a Américo Brasiliense);

- SP-281 (Paulo Coluço, trecho de Riversul);

- SP-304 (Antônio Prado Galvão de Barros, trecho de Jaú);

- SP-328 (José Fregonese, de Ribeirão Preto a Cravinhos).